RESENHA: O Mar de Monstros

ATENÇÃO: ESSA RESENHA PODE CONTER SPOILER DO PRIMEIRO LIVRO DA SÉRIE, LEIA A RESENHA AQUI.

Sinopse: O Mar de Monstros é o segundo volume da série Percy Jackson e os olimpianosbest-seller doThe New York Times. Nessa nova aventura, Percy e seus amigos estão em busca do Velocino de Ouro, único artefato mágico capaz de proteger da destruição seu lugar predileto e, até então, o mais seguro do mundo: o Acampamento Meio-Sangue. Com o envenenamento da árvore de Thalia por um inimigo misterioso, as fronteiras mágicas que protegem o Acampamento estão ameaçadas, e é preciso buscar o antídoto. Assim, nossos heróis partem em uma arriscada e incrível viagem pelo Mar de Monstros, localizado nas coordenadas 30-31-75-12: uma referência ao Triângulo das Bermudas. Lá, enfrentam seres fantásticos e muitos perigos e situações inusitadas, que põem à prova seu heroísmo e sua herança – quando Percy irá questionar se ser filho de Poseidon é uma honra ou uma terrível maldição. Combinando fatos contemporâneos com mitologia, fantasia com erudição, O Mar de Monstros diverte, encanta e ensina pais e filhos.

Editora: Intrínseca

Autor: Rick Riordan
Onde comprar: Saraiva|Cultura|Submarino
Classificação:

Perfeição. Só encontro essa palavra para descrever o que esse livro significou pra mim. Melhor do que qualquer coisa possível, apaixonei-me por Percy ainda mais, sinceramente estou viciada *o*.
            O livro começa com Percy se despedindo de sua mãe e indo para a escola, onde encontra seu novo amigo, Tyson, ou como Percy o chama, Grandão. O Cabeça-de-alga está um pouco abalado devido ao sonho que teve com Grover, no qual o amigo, que partira atrás de Pã, não está em uma boa situação.

You may also like

RESENHA: Os 13 Porquês

RESENHA: Os 13 Porquês